12 de abril de 2016

Sufoco nesses últimos dias



Esses últimos meses tem sido uma correria e sufoco.
Em fevereiro assumi um novo cargo lá no serviço e com isso veio + responsabilidade e + empenho.
No final de fevereiro, o Samuel quebrou a clavícula.

Era uma sexta-feira e eu estava viajando à serviço e o pai pegou eles na escolinha.
Foram pra casa e estavam brincando no jardim, esperando eu chegar.
Estavam brincando de bola.
A Ana caiu no gramado e o pai foi pegá-la no chão. Samuel veio por trás com a bola e derrubou os dois.
O pai tentou proteger a Ana da queda, porém, caiu em cima do Samuel. E isso fez com que suas pernas caíssem por cima dele.
O tombo foi feio.

Samuel chorou na hora, depois parou de chorar e ficou reclamando de dor no ombro.
Cheguei logo em seguida, verificamos se Tinha algo roxo ou quebrado e não vimos nada.
Isso já era final da tarde.
Dei banho nele, ele mamou e dormiu bem.
Mas no outro dia não conseguia erguer o braço direito.
Levamos imediatamente para o hospital.
Fizeram raio x e apareceu a clavícula quebrada.
Colocaram um colete em forma de oito.
Ele se adaptou bem.
Não reclamava do colete e nem pedia pra tirar, muito bonzinho.
Com quinze dias avaliamos novamente e ainda não havia colado completamente.
Ficou + 21 dias e essa semana tirou o colete.
Agora ele está super bem e livre do incômodo.

Agora meu outro sufoco:
Meu sogro veio morar conosco.
Ele mora com a esposa e filho adolescente em um sobrado, ele teve a alguns anos atrás um AVC.
Está numa cadeira de rodas e ele é deficiente visual.

Semana passada ele passou mal e foi p hospital. Meu esposo conversou com o médico e eles decidiram tirar ele do sobrado. Pois, ele fica muito preso e não sai pra nada, por causa da escada.
Do hospital ele já veio para casa.
Agora estamos procurando uma casa para eles aqui perto de casa, onde iremos ficar mais próximo dele.

Ele é bonzinho, porém, requer cuidados, usa fraldas, não anda e é cego.
Então... Ta a maior correria.
Não tenho tempo para nada!
Mas Deus no comando!






23 de fevereiro de 2016

Crianças de férias

As crianças estão de férias da escolinha.
Mas eu estou trabalhando.
Tive que montar uma escala.
Quando o marido está na cidade, ele fica com as crianças.
Quando ele não pode eu peço socorro para minha irmã.
Quando ela não pode eu grito minha mãe (que mora na fazenda)
Quando não tem outra alternativa eu contrato a babá (que é a professora deles da escolinha)
Um sufoco! Mas uma delícia.
Eu tento manter a mesma rotina da escolinha, mas tem dia que não dá.
Eles estão acordando tarde. Kkkkk
Aliás... Eles não mamam mais na madrugada.
Mamam só pra dormir e depois qdo acordam.
Em média eles estão dormindo 11 horas por noite.
Dormem cedo tipo 20:30/21:00 e vão acordar só no outro dia lá pelas 7:30/8:00 às vezes até mais tarde.
Acho isso ótimo kkkkkkk

18 de janeiro de 2016

Até quando continuar?

Muitas pessoas entram em contato comigo, pois, após lerem o blog e conhecer a minha história, me perguntam: "até quando continuar?"

Para algumas mulheres, ser mãe, é algo normal, ou habitual, ou até sem querer.
Mas para muitas (e quando eu digo muitas, são muito mais do que conseguimos imaginar), ser mãe é algo que dói, que machuca, que fere a alma.

A nossa família e amigos, mesmo os mais chegados, não entendem, não compreendem e não podem mensurar o tamanho da nossa dor.

São muitos os exames, cirurgias, médicos, medicamentos, etc... e tudo isso é muito desgastante, não apenas financeiro, físico, mas principalmente um desgaste mental!

Passamos várias horas por dia pensando no assunto. A maioria dessas "horas" em silêncio. Só nós e Deus que consegue ler e ver tudo o que se passa nas nossas mentes.
A maioria são dúvidas terríveis: será que estou no caminho certo? Será que esse médico vai achar o meu problema? 
Será que realmente eu serei "mãe" algum dia?
E se eu não for mãe?
...... Até chegar a frase: "até quando continuar?"

Eu tenho orientado a fazer o seguinte:

Escolha um momento a sós ( em que vc esteja sozinha em casa)
Entre no teu quarto,ou banheiro, ou dentro do carro (comigo acontecia muito, dirigindo sozinha)
Imagine que você esteja falando com uma grande amiga (daquelas que vc tem liberdade, inclusive pra brigar), e fale com  Deus.
Fale ao Senhor, tudo aquilo que te incomoda.
Tudo aquilo que tem te machucado.
Explica detalhes (mesmo sabendo que Ele te conhece melhor q vc mesma).
Chore, briga, reclame...etc!
Peça a Ele para tirar do seu coração esse desejo de ser mãe, caso isso não for da vontade dEle.
Peça a Ele para orientar os teus próximos passos.
Abrir portas ou mostrar uma luz no final do túnel.
Enfim... Tenha uma conversa franca com Deus!

Ele vai te responder?
Nem sempre será em forma de um anjo que virá em sonho.
Ou... de alguma forma "direta"

Escute Deus nas pequenas coisas.
Até no silêncio!

Ele se preocupa com vc e não desiste de nós!

Então... Busque a Ele em todo o tempo.

Mesmo que você não tenha mais forças! Não consegue mais persistir. Não aguenta mais!

E por mais barreiras e lutas que vc tiver q enfrentar, Ele não permitirá você desistir e perder a fé e a esperança!

Se essa for a vontade de Deus, esse desejo de ser mãe, irá arder a cada dia no seu coração, e nenhuma barreira será impedimento para vc desistir.

"Sem fé é impossível agradar a Deus"

Continue crendo!

Obrigada Deus por nunca ter permitido eu desistir e por fazer das lutas e dificuldades uma superação!

Fiquem com Deus!
Bjs bjs 





30 de dezembro de 2015

Hoje 1ano e 1 mês


Hoje as crianças estão fazendo 1 ano e 1 mês.
Dessa vez não terá bolo kkkkkk
Só no aniversário de 2 anos agora kkkkk
Estamos muito felizes.
Eles estão de férias da escolinha.
Eu estou sem empregada ( ela chegou p/ mim dia 24 e me disse: vou viajar hoje é volto só dia 04/01 se quiser desconta) kkkkkkkkkkk no retorno dela ela vai ganhar um belo de um desconto. Aff
Estamos nos virando. A minha casa é grande tem 2 varandas, mas estamos conseguindo. 
Nós demos de presente de natal para eles uma piscina inflável com playground.
Eles amaram. E nós também. Kkkk
Samuel já está andando, ainda com medo, mas já anda em lugares pretos, às vezes se apoiando.
A Ana ainda não, mas ta quase. Ela anda só de um lugar pro outro perto. Mas levantar e andar igual ao irmão ainda não.
Aqui está tendo uma epidemia de dengue e zica vírus. Então os cuidados com as crianças está sendo redobrado.
Só que a gente cuida tanto deles que esquecemos de nós.
Marido e eu pegamos a tal zica.
Foram 4 dias ruim. Dor no corpo, febre e corpo todo pipocado.
Mas graças a Deus só nós pegamos.
Agora a gente redobra os cuidados. Mas é complicado, moramos a 2 quadras do rio. Então, por aqui tem muito pernilongos.
Meu esposo viajou e eu fui pra fazenda dos meus país com as crianças.
Eles amam ir pra lá. Se divertem até.
Andam a cavalo, vão dar comida p/ os bichos, vão na represa. Uma diversão.
Amanhã iremos passar o réveillon lá.
Vixe, a turma estão acordando aqui kkkkkk
Depois volto 
Deus abençoe 
Beijos.


1 de dezembro de 2015

1º Aninho da Ana e do Samuel


Ontem foi um dia de fortes emoções!
A todo momento lembranças vinham na minha cabeça.
Lembranças de tudo que tivemos que passar para conquistar nosso objetivo.
Foram muitos anos de choros, lágrimas, tristezas, decepções.
Muitas cirurgias, obstáculos à vencer, 
Lutas e desertos superados.
Enfim... não foi nada fácil.
Mas... em nenhum momento eu ouvi aos médicos e outras pessoas que falavam para desistir.
Lutei... aliás.. lutamos (marido e eu).
E hoje a alegria é imensa.

Sábado foi a festinha deles.
(ainda não peguei as fotos.. mas assim que der eu posto aqui).
Foi tudo lindo e maravilhoso.
Eles se divertiram.

A mamãe aqui chorou muito,.... mas choro de felicidade!
Deus é fiel para cumprir aquilo que prometeu!
Vc acredita em milagres?
Se dizer que não: saiba que esses dois ai são milagres do Senhor!
Obrigada, Pai!

Segue fotinhas para vcs acompanhares o desenvolvimento deles: